Atendimento Social

O Serviço Social da Junta de Freguesia de São Brás actua a diferentes níveis, planificando

o acolhimento e integração dos utentes na comunidade.

A Acção Social é uma intervenção metodológica junto das pessoas, grupos e comunidade, com a finalidade de modificar o meio e melhorar as suas condições de vida. Na prática, surgem dificuldades no estudo de estratégias para ultrapassar a escassez dos recursos necessários para responder aos inúmeros problemas que são colocados diariamente às autarquias locais.

O Serviço Social realiza o atendimento de utentes por grupos de comportamento de risco mais significativos, nomeadamente crianças em risco, adolescentes/jovens, idosos, toxicómanos, seropositivos, alcoólicos, doentes do foro psiquiátrico, deficientes físicos/mentais, pessoas com grandes carências sócio-económicas e habitacionais, rendimento social de inserção e vítimas de violência doméstica, bem como outras situações relacionadas com banco alimentar e medicação.

Ao nível multidisciplinar, faz-se o atendimento e avaliação das situações-problema, com os técnicos de diferentes valências. No que diz respeito à intervenção directa, realizam-se visitas domiciliárias junto dos utentes, identificam-se os recursos da comunidade, os tipos de respostas e disponibilidades existentes, actua-se em articulação com os serviços da comunidade, promovem-se protocolos sempre que necessário, viabilizando e facilitando a utilização correcta desses serviços pelos utentes.

Relativamente ao atendimento social dos cidadãos residentes, sucedem-se as entrevistas de identificação dos indicadores de risco social, entrevistas e seguimento/tratamento das situações-problema até à sua resolução, encaminhamentos, visitas domiciliárias e ainda os contactos com outros profissionais da comunidade.

O Serviço Social encarrega-se igualmente da vigilância das situações de maior risco social através do contacto periódico com os utentes, seus familiares e serviços, acompanhando a resolução das situações.

O atendimento social é realizado de quinze em quinze dias na sede da Junta Freguesia, não sendo necessário marcação prévia.